27 de set de 2006

fim de ciclo



leve, leve como nunca, leve, todas as minhas coisas, minhas. pro lugar meu lugar.
pegue as suas, tire-as de lá.
a chave? passe por debaixo da porta, na fresta. de jeito irreversível.
e vá.


a partir daqui, deste tempo e deste espaço, não sou eu quem diz o próximo passo.
 Posted by Picasa